sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Patrões dizem "NÃO", e 24ª RT rejeita chapa

Nem eles se entendem mais... Ainda acham que o Tradicionalismo está grande!

A reunião de pa­trões, realizada terça-feira (04/12) à noite, no galpão do CTG Tropilha Farrapa, em Lajeado, serviria para a eleição da nova diretoria da 24ª Região Tradicionalista. Serviria. 
Apenas uma chapa, encabeçada por Andreas Finke, estava habilitada para concorrer. Conforme o estatuto da entidade, foi promovida votação secreta com cédula, tendo as opções sim e não. O resultado apontou 34 votos para o não, 24 para o sim e um voto nulo.

Com isso, a chapa única perdeu o pleito.

A decisão de escolher novo coordenador passa agora para o Movimento Tradicionalista Gaúcho. Dessa maneira, será indicado um coordenador, e ele irá formar a sua equipe de trabalho preenchendo os cargos à sua escolha.

Conforme o atual coordenador, Gerson Junqueira, que está no cargo há seis anos, “criou-se uma situação constrangedora”. Ele diz que vai encaminhar a ata da reunião, com o resultado da eleição, para o MTG, que terá prazo até o Congresso Tradicionalista, que acontece de 4 a 6 de janeiro, em Santa Maria, para apontar quem irá comandar a 24ª RT. “Esta situação não condiz com a grandeza do tradicionalismo do Vale do Taquari”, reclama Junqueira.

O candidato derrotado, Andreas Fink, que tinha como vice Davi Musskopf, preferiu não se pronunciar sobre o fato. Ele apenas questionou os que votaram contra, “o porquê de eles não terem formado uma chapa para concorrer. Esta teria sido a atitude mais correta”, afirma.


Fonte: Jornal  O Informativo do Vale

1 comentário:

moisesmenezes disse...

Hora não condiz coma "grandeza do movimento".Então exercer um direito não condiz???Pois eu acho que condiz e muito.Se rejeitaram a Chapa Única é sinal de que os patrões não aceitam nada pronto,formatado, não resta dúvida que é um bom sinal.Há vida inteligente no tradiconalismo,há independência de agir de pensar e de votar...bom sinal mesmo.

Publicar um comentário