segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Deficiente Visual na comissão avaliadora em Uruguaiana


FotoESCLARECIMENTOS - REBATENDO CRITICAS. (Para um pequeno grupo de músicos de fora da cidade) – Para quem sabe usar o FACE eu apenas marquei pessoas para que saibam o quando são discriminados os deficientes. 
A pessoa bem a direita de óculos escuros é o meu colega de Juri e triagem, Maestro Antonio Carlos Souza de Lara (caco) é Cego e por isso a Srª Luiza foi designada para lhe dar assistência nas anotações sobre as músicas seguindo suas observações através da audição. “caco” foi produtor musica do LP da 1ª Califórnia da Canção Nativa e músico que acompanhou os Marupiáras, Estudou piano e acordeon, músico reconhecido no Paraná e Santa Catariana através do trabalho de regente de Coral, Diretor musica do Musical Schester Show da Empresa Perdigão. Gravou diversos LPs e CD com acompanhando de seus teclado, inclusive um trabalho com Miguel Barbará Gonzales. Maestro Caco esta sempre presente nos principais eventos da Prefeitura Municipal de Uruguaiana. T
ambém já atuou como locutor e programador em programas de rádio. Superando suas dificuldades “Caco” é Rádio Amador, é internauta e possui um aparato especial para navegar e ler livros através do PC. “Caco” ouviu atentamente as 326 canções que foram lidas durante a triagem, emitiu grandes pareceres esclarecedores sobre a musicalidade e a força de interpretações dos cantores e musicistas. – Ao sair da sala de apuração nos camarins da Concha Acústica do Parcão, vieram alguns músicos (jovens) me interpelar, me perguntando como poderia um “cego” julgar um festival de musica nativista? Pergunto, quão cego é aquele que discrimina e dúvida da capacidade humana quando quer superar seus limites? Deus não lhe deu os olhos, mas lhe deu sensibilidade e capacidade de trabalho e Superação. O telefone dele é 91 45 44 22 (Nokia ES-50 – Com câmera e ele mesmo tira fotos, navega na internet, aciona todos os recursos de GPS e demais aplicativos que nem eu mesmo consigo entender) Dae Cego? É quem critica antes de conhecer as pessoas.

Fonte: Facebook Jaime Ribeiro

Sem comentários:

Publicar um comentário