segunda-feira, 27 de junho de 2016

O adeus à Álvaro Feliciani

Hoje o Rio Grande amanhece mais triste, as gaitas silenciaram, os cantores se calaram e o céu enfeitou-se para receber um dos maiores gaiteiros deste Rio Grande, Alvaro Feliciani, Seu Álvaro como carinhosamente era chamados, por longos anos esteve à frente da música regionalista. Natural de Jaguari, cidade que lhe acolheu por longos anos, seu Alvaro marcou a história da música fandangueria e festivaleira. Por longos anos foi diretor e gaiteiro do grupo Legendas, onde deixou alguns CDs gravados e nos festivais participou, se não de todos, quase que todos os festivais do Rio Grande do Sul.
Com uma musicalidade avançada fez participação em centenas de músicas, sempre com a mesma maestria e objetividade. Estudioso da música e dos rítmos musicais era gostoso conversar com ele, sempre com sua voz pausada e boa colocação de sua verdade.
Vai-se o Homem, o Pai, o amigo, fica-se a hístória e uma for imensa no peito, mas também fica um legado para filhos e netos, além é claro, da saudade que ja teima em dar oh! de casa.
Nosso sentimento à família Feliciani e em especial ao nosso amigo Acácio Feliciani, amigo de longas datas e parceiros pelos palcos dos festivais. Seu Álvaro de minha parte só resta-me agradecer por um dia ter conhecido o senhor e poder ter a magia de sua gaita em músicas tão singelas. Que Deus guarde um lugarzinho especial para o senhor.

sábado, 25 de junho de 2016

Walther Morais com CD novo "De todas as Querências"


Quem está de CD novo na praça é o Cantor Walther Morais, com seu estilo campeiro e fandangueiro nos presenteia com o CD DE TODAS AS QUERÊNCIA um compêndio com o que há de melhor na música do Rio Grande do Sul com temas e ritmos variados, mas bem ao estilo de sua voz marcante.

Eu fico feliz por ter uma obra gravada nesse mais recente trabalho, TORDILHO VENTANA uma letra em parceria com meu amigo Getúlio Silva e com música do próprio Walther Morais.
Quem quiser adquirir esse trabalho já encontra-se à venda nas melhores lojas do ramo ou procure na sua página na web onde ele atenciosamente atende a todos com o mesmo carinho e apreço.

Tordilho Ventana
Paulo Ricardo Costa   -  Getúlio Silva     -   Walther Morais

Era um tordilho ventena...
Que a indiada andava em volta,
Parecia até uma escolta,
Para um posto de General,
Dois cabrestos rebentados,
E outros dois só num tento,
Dando coices até no vento,
Com a força de um temporal.

                                                                       Vinha direto ao palanque...
                                                                       Arrancando trevo e macega,
                                                                       Que um bagual não se entrega,
                                                                       Para os que querem domá-lo,
                                                                       Força bruta do Rio Grande,
                                                                       Pois quem olha se apavora...
                                                                       Mas taura que calça espora,
                                                                       Não tem medo de cavalo.

Me dá licença Rio Grande,
Que vou encilhar esse tordilho,
Depois que me enforquilho...
Nem com promessa, me apeio.
Deixa que saia por conta...
Arrastando no de más o toso,
O bagual por mais tinhoso,
Não me aparta do arreio.

                                                                       Depois de cruzar o “talhero”,
                                                                       E ajoujar bem as esporas,
O mango se faz canora...
Pr’um índio flor de campeiro,
A gineteada é um dança...
Que a Pátria xucra proclama,
Quando um bocudo faz cama,
Pras encilhas dum fronteiro

Enquanto existir cavalo,
E as éguas derem cria...
Vou encilhando a rebeldia,
Com fé em Nossa Senhora,
Pois trago cisma de tantos,
Que fazem Pátria do basto,
Vergando o lombo do pasto,
Num coxilhão campo afora;

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Ciranda de prendas, entreveiro de peões da 13ª RT

Evento acontece sexta e sábado e vai testar as habilidades de campo dos peões e conhecimento folclórico das prendas (Foto Camila Milder/Divulgação)

A47ª Ciranda Cultural de Prendas e 29º Entrevero Cultural de Peões da 13ª Região Tradicionalista começa nesta sexta-feira, em Santa Maria. Ao total, 24 candidatos, representando entidades tradicionalistas de Santa Maria e Vila Nova do Sul, participam das provas que serão realizadas na Escola Santa Catarina, no bairro Itararé. A prova campeira dos peões será do DTG Noel Guarany, na UFSM.

São seis participantes na categoria prenda mirim, seis na categoria prenda juvenil, cinco na categoria prenda adulta, dois na categoria peão, três na categoria guri e dois na categoria piá farroupilha.
Hoje, a partir das 13hs acontece as provas campeiras dos peões e, a partir das 18h, a Mostra Folclórica das Prendas, na Escola Santa Catarina. No sábado pela manhã acontece a prova escrita e a tarde as provas orais e artísticas. Essas últimas são abertas ao público. O baile com a divulgação dos resultados será a partir das 23hs no ginásio da Escola Santa Catarina.

O evento acontece simultaneamente das 30 Regiões Tradicionalistas do Estado. Os vencedores nas categorias mirins, juvenis, adultas, peões, guris e piás, participam no próximo ano do concurso na fase estadual.

O concurso é uma promoção da 13ª RT, junto com a entidade da atual 1ª Prenda da 13ª RT, Aline Martins Linhares, o CTG Farroupilhas (Escola Santa Catarina) e a entidade do atual 1º Peão da 13ª RT, também 2º Peão do Rio Grande do Sul, Guilherme Callegaro, o DTG Noel Guarany.


Fonte: Jornal Arazão

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Classificadas para a 36ª Coxilha Nativista



CLASSIFICADAS PARA A FASE LOCAL
O ÚLTIMO PRANTO - CANÇÃO
DIÓGENES LOPES/NANDO SOARES

COLHI VENTOS NOS OLHOS - MILONGA
MARÇAL FURIAN/ROMULO CÓRDOVA/NANDO SOARES

A CRUZ - CHACARERA
JOÃO TARCIZIO ENDRES/PAULO PRATES

IRMÃOS - ZAMBA
ANILDO LAMAISON FILHO

MORENA FLOR - VALSA
JORGE NICOLA PRADO/KAUÊ DIAZ

ENTRE VISITA E SAUDADE - CHAMAMÉ
DIEGO GUTERRES

AQUERENCIADO - MILONGA
SHAKA GUERREIRO/SILVAL ARAÚJO

TRIBUTO A JOÃO DO SUL - MILONGA
LUÍS ONÉRIO PEREIRA/RODRIGO MARTINS

UM TRONO PRA DON HORÁCIO - CHAMAMÉ
FERNANDO MARTINS FERREIRA/CARLOS RODRIGO SOUZA MARTINS

SIMPATIA CAMPEIRA - VANEIRA
JORGE MOREIRA/ANGELINO ROGÉRIO


CLASSIFICADAS PARA A FASE GERAL
CICATRIZ -ZAMBA
GUILHERME COLLARES/ROBERTO BORGES

DO PAI DA TERRA DO MUNDO - VALSA
LISANDRO AMARAL/EDILBERTO BÉRGAMO

EIS-ME AQUI - MILONGA
ROBSON BARENHO/RAUL EDUARDO PEREYRA

VARAL DE CAMPANHA- CHAMARRA
MARTIM CÉSAR/MAYKELL PAIVA

CHINITA-ZAMBA
LEONARDO BORGES/ZÉ RENATO DAUDT/VITOR AMORIM

BUENOS DIAS- CHAMAMÉ
ELIAS FELIPE SILVA/FÁBIO FÁBIO PERALTA

PRUDENCIA- MILONGA
XIRÚ ANTUNES/ROBSON GARCIA

CAMINHADOR-CHAMAMÉ
ROGÉRIO VILLAGRAN/ANDRÉ TEIXEIRA

SONHO POVOEIRO - VALSEADO
PAULO RICARDO GARCIA/MAURICIO CARMEJO SENA

A ESPERA DE UM POEMA- CANÇÃO
MARCELO D'AVILLA/PIERO ERENO

LUGAREJO - CHAMARRA
LEONADRO BORGES/FABRICIO OCAÑA

ANUNCIAÇÃO - MILONGA
SÉRGIO PEREIRA/CRISTIAN CAMARGO

SEU MOÇO - MILONGA
JAIRO LAMBARI FERNANDES

SENHOR, EU SOU DISTÂNCIA - MILONGA
ZÉ RENATO DAUDT/FÁBIO TIECHER

FORTUNA - MILONGA
PAULO OSÓRIO/ROBSON GARCIA

NO POUSO DA CRUZ - CHACARERA
MANINHO PINHEIRO/ÉRLON PÉRICLES

VIDA ADENTRO TEMPO AFORA - CHAMAMÉ
ERON VAZ MATTOS/CRISTIAN CAMARGO

DERRAMA O TEU AMOR EM MIM - CANÇÃO
MIGUEL AZAMBUJA

MEU AMOR QUE ELA ROUBOU - MILONGA
FRANCISCO BRASIL/MARCELO OLIVEIRA

AO RIO - TOADA
GILBERTO LAMAISON/GABRIEL SELVAGE

Fonte: Site Coxilha Nativista

25ª Vigília do Canto Gaúcho - inscrições até 22/07/2016

25ª Vigília do Canto Gaúcho
27 de agosto de 2016
Cachoeira do Sul

REGULAMENTO

I – Da Promoção, Etapas, Datas e Estilo Musical
Art.1º- A 25ª Vigília do Canto Gaúcho é uma promoção, realização e coordenação da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio -SMIC / Departamento de Eventos.

Art.2º- A Vigília do Canto Gaúcho é um festival de música nativista do Rio Grande do Sul e realizar-se-á contemplando duas linhas: Linha Campeira e Linha de Manifestação Rio-Grandense, nas abrangências Municipal e Estadual.

Parágrafo 1º- Na Linha Campeira, as composições deverão versar sobre os usos e costumes das lides do campo, representando as raízes da cultura gaúcha, na temática, letra, ritmo, arranjos, indumentária e instrumentos utilizados.

Parágrafo 2º- Na Linha de Manifestação Rio-Grandense as composições deverão primar por temas não-campeiros, sociais, urbanos, históricos, poéticos e sentimentais, desde que enquadrados dentro do conceito de Nativismo e respeitando o contexto de cultura gaúcha.

II – Dos objetivos
Art.3º- O Festival tem como objetivos:

1º) oportunizar a produção cultural, poética e musical, bem como o surgimento de novos talentos, fortalecendo a produção musical do RS;
2º) incentivar a pesquisa das origens gaúchas, resgatando aspectos da nossa história, cultura e tradição;
3º) divulgar os ritmos e temáticas sul-riograndenses, bem como o linguajar e os costumes do povo gaúcho;
4º) promover a integração entre artistas, poetas, músicos e intérpretes dedicados à música nativista do RS e o público cachoeirense e regional;
5º) incentivar, através de premiação e divulgação, as composições que revelarem maior identificação com os objetivos propostos;
6º) promover o turismo e projetar Cachoeira do Sul como polo cultural, educacional e econômico do RS.

III – Da Administração
Art.4º- A Coordenação Geral do Festival ficará a cargo da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio- SMIC / Departamento de Eventos, que constituirá uma Comissão Organizadora, a qual competirá:

1º) regulamentar as questões referentes à infraestrutura, inscrições, credenciamentos, finanças, palco, hospedagem, alimentação e outras que se fizerem necessárias, constituindo, para isso, subcomissões para a execução dos trabalhos;
2º) definir a Comissão Julgadora;
3º) administrar os recursos que lhes forem disponibilizados.
4º) analisar e resolver os casos omissos;

IV – Das Abrangências, Linhas, Datas e Local
Art.5º- Os concorrentes poderão inscrever-se em duas (2) abrangências: MUNICIPAL e ESTADUAL; com duas linhas: CAMPEIRA E MANIFESTAÇÃO RIO-GRANDENSE.O Festival acontecerá no dia 27 de Agosto de 2016, com início as 20h30min, tendo como local o CTG Os Gaudérios, sito a rua Farroupilha nº 355, em Cachoeira do Sul.

Art.6º- Da Abrangência Municipal somente poderão participar composições, cujo autor ou autores da letra e da música sejam, obrigatoriamente, naturais ou domiciliados em Cachoeira do Sul, não sendo exigido o mesmo dos intérpretes e instrumentistas.

Parágrafo Único- A comprovação da naturalidade e/ou domicílio citada, deverá acompanhar a ficha de inscrição, admitindo-se reproduções xerográficas dos documentos.

Art.7º- Para a Abrangência Municipal, serão classificadas quatro (4) composições, entre as inscritas, sendo duas (2) da Linha Campeira e duas (2) da Linha de Manifestação Rio-Grandense, que subirão ao palco no dia 27 de agosto de 2016.

Art.8º- Para a Abrangência Estadual, serão classificadas oito ( 8) composições, entre as inscritas, sendo quatro (4) da Linha Campeira e quatro (4) da Linha de Manifestação Rio-grandense, que subirão ao palco no dia 27 de agosto de 2016.

Parágrafo Único: Será permitido, aos autores ( letra e música) classificarem apenas uma composição no festival.

V – Das Inscrições
Art.9º- As inscrições para o Festival estarão abertas de 20 de Junho a 22 de Julho de 2016.

Art.10º- As composições devem obrigatoriamente ser inéditas. O não-ineditismo poderá ser denunciado, com provas, até as 18h do dia 27/08 , à Comissão Organizadora.

Parágrafo Único -As letras devem ser em Língua Portuguesa, sendo permitidas expressões em Língua Espanhola ou Guarany, desde que as mesmas tenham a devida tradução ao pé da página.

Art.11º- Cada composição deverá ser enviada gravada em CD, com quatro (4) cópias da letra, juntamente a ficha de inscrição, preenchida na íntegra e assinada em envelope lacrado para o seguinte endereço: Rua Júlio de Castilhos, 342- Centro, Cep. 96501-001- Cachoeira do Sul/RS- Vigília do Canto Gaúcho.

Paragrafo único- Na ficha de inscrição, obrigatoriamente, deverá constar a Abrangência e a Linha a que se refere a composição.

Paragrafo Único: A ficha de Inscrição deverá ser preenchida em todos os campos disponíveis. O não cumprimento acarretará na não classificação da música inscrita.

Art.12º- Nas cópias das letras das composições deverão constar apenas o título e o gênero musical.

Art.13º- Os compositores deverão mandar as composições gravadas em CDs, identificando a linhas a que se referem, especificando também, a ordem de gravação.
EM CASO DE MÚSICAS DE LINHAS DISTINTAS, ESTAS DEVERÃO SER ENVIADAS EM CDS SEPARADOS.

Parágrafo único- o descumprimento do estabelecido automaticamente desconsidera a inscrição.
Art.14º- O concorrente, após inscrever seu trabalho, não poderá mais divulgá-lo até o final do evento.

VI – Da triagem / Ajudas de Custo/ Passagem de Som
Art.15º- A triagem que classificará as doze (12) músicas concorrentes acontecerá dia 28 de Julho de 2016.

Art.16º- As doze (12) composições concorrentes receberão uma ajuda de custo de R$ 1.500,00 ( Hum mil e quinhentos reais)

Parágrafo Único – O Festival se compromete a pagar as ajudas de custo já deduzidos os impostos. A forma de pagamento das mesmas poderá ser em dinheiro ou cheque nominal.

Art.17º- A passagem do som acontecerá das 13h30min às 18h30min do dia 27/08/2016.

Art.18º- O horário e a ordem de apresentação das concorrentes será comunicado, por e-mail, ao responsável pela inscrição da música concorrente.

Parágrafo Único- `A Comissão organizadora é reservado o direito de descontar 20% da ajuda de custo das composições que excederem ao horário e outros 30% das composições que não estiverem presentes no momento da chamada para a apresentação em palco no festival.

VII – Da Participação
Art.19º- Os autores cedem os direitos de gravação, ressalvados os direitos autorais da 25ª Vigília do Canto Gaúcho, correspondentes a edição e/ou reedição do CD ou DVD do Festival.

Art.20º- É vetada a participação, como concorrente no Festival, dos membros da coordenação, comissões, bem como qualquer relação parental entre jurados e concorrentes. Sendo ainda vetada a participação de músico concorrente a quem realizar show ou integrar grupo responsável por espetáculo de intervalo no evento.

VIII – Da Competição
Art.21º- O número de concorrentes de cada grupo musical não poderá ser superior a sete (7) nem inferior a dois (2).

Art.22º- O mesmo músico instrumentista não poderá defender mais de duas (2) composições no Festival e ao intérprete, é permitido interpretar apenas uma (1) composição (solo) e participar em uma segunda em dueto ou vocal, desde que em Linhas diferentes, independente da Abrangência.

Art.23º- Na Linha Campeira é vetado o uso de bateria e instrumentos elétricos e eletrônicos, com exceção de contrabaixos, violão e captação para gaita, bem como instrumentos atípicos aos usados na música do RS. Na Linha de Manifestação Rio-grandense é vetado o uso de bateria.

Art.24º- Os músicos e intérpretes deverão apresentar-se, obrigatoriamente, pilchados com a indumentária típica do RS, não sendo permitido o uso incorreto e estilizado das mesmas. É vetado o uso de peças que contenham propaganda ou dizeres de cunho político, social, religioso ou esportivo, sob pena de desclassificação.

IX – Da Apresentação
Art.25º- A ordem de apresentação do Festival será definida por sorteio, pela Comissão Organizadora, e divulgada de forma individual e pelos meios de comunicação.

Art.26º- As doze (12)concorrentes serão apresentadas no palco do CTG Os Gaudérios, nº 355, em Cachoeira do Sul, a partir das 20h30min, no dia 27 de agosto de 2016.

X – Do Credenciamento, alimentação e hospedagem
Art.27º- O credenciamento, no dia 27/08, acontecerá a partir das 13h.

Art.28º- O Festival não oferecerá alimentação e hospedagem aos concorrentes e profissionais da comunicação

Art.29º- Somente os compositores, intérpretes e instrumentistas terão direito a credenciamento.

Art.30- Os profissionais da comunicação deverão encaminhar ofício à coordenação do Festival, solicitando credenciamento.

XI – Da Comissão Julgadora
Art.31º- A Comissão Julgadora será composta por três (3) integrantes que avaliarão ambas as linhas e abrangências do festival. Seus integrantes serão indicados pela Comissão Organizadora, num rol de reconhecidos autores, músicos e conhecedores da música e da poesia nativista gaúcha.

Art.32º- A Comissão Julgadora avaliará as composições atribuindo-lhes uma nota de sete (7) a dez (10). A somatória das três (3) notas definirá a premiação das composições, sendo a “Música Mais Popular”, escolhida através da manifestação do público presente.

XIII – Dos Shows
Art.33º- Durante a abertura do Festival ocorrerá um show por conta 3 destacados no “2º Entrevero da Canção Estudantil” e no intervalo com “ Jean Kirschoff e Analise Severo e Grupo”.

XIV – Da Premiação
Art.34º- Os prêmios instituídos para o Festival são:

- 1º lugar- troféu Cachoeira dos Arrozais – na Linha Campeira e Linha de Manifestação Rio-grandense;
- 2º lugar- troféu Cachoeira do Fandango – na Linha Campeira e Linha de Manifestação Rio-grandense;
- Melhor Poesia- troféu Rio Jacuí – Independentemente da Linha de participação.
- Melhor Melodia – Troféu “Meu Pago” – Independentemente da Linha de participação.
- Melhor Instrumentista- troféu Catedral Nossa Senhora da Conceição;
- Melhor Intérprete- troféu Ponte de Pedra;
- Música Mais Popular- troféu Charqueada do Paredão.

XIII – Das Disposições Gerais
Art.35º- Os casos omissos neste Regulamento serão resolvidos pela Comissão Organizadora.

Informações
Rua: Júlio de Castilhos, 342- 2º piso- Centro
CEP- 96501-000- Cachoeira do Sul- RS
Fones: (51) 37246012
(51) 37246007
(51) 37237559
(51) 96558448 c/ Vera
Email- 21vigilia@gmail.com Site: www.vigiliadocantogaúcho.com.br
Fonte: Blog Identidade Campeira

sexta-feira, 17 de junho de 2016

9º Canto Missioneiro de Santo Angelo

Entre 20 de junho e 22 de julho, está aberto o período para inscrições ao 9º Canto Missioneiro da Música Nativa e também ao 8º Canto Piá Missioneiro, festivais que acontecem de 08 a 10 de setembro na Capital das Missões.

O regulamento do festival será lançado oficialmente, pelo Secretário de Cultura de Santo Ângelo, Julio Matos, no programa Do Litoral a Fronteira do próximo domingo, 19 de junho, das 6h as 8h na Rádio Bandeirantes.

A comissão avaliadora do festival será formada pelas seguintes personalidades:
Arakén Maicá - cantor e compositor
Eron Carvalho - poeta e compositor
Maria Luiza Benitez - cantora e comunicadora
Mário Tressoldi - maestro, compositor e instrumentista
Nilton Ferreira - cantor e compositor

Para ouvir o programa do Litoral a Fronteira, é só sintonizar o AM 640, FM 94,9 ou o site www.band.com.br/rs

Fonte: Blog Ronda dos Festivais


47ª Ciranda Cultural de Prendas e do 29º Entrevero Cultural de Peões

O CTG Pedro Telles Tourem tem a honra receber a todos vocês, em sua entidade!
Programação Oficial da 47ª Ciranda Cultural de Prendas e do 29º Entrevero Cultural de Peões. O evento terá início na sexta-feira dia 24 de Junho as 17h e no sábado dia 25 terá inicio as 9h. 

Encontro da Comissão de Declamação da 1º RT

Sesmaria da Poesia Gaúcha - 21ª Quadra - Inscrições abertas

Sesmaria da Poesia Gaúcha - 21ª Quadra
24 de setembro de 2016
Osório/RS

REGULAMENTO

OBJETIVOS
Art. 1º. - A SESMARIA DA POESIA GAÚCHA é um concurso de poesia e declamação, cuja temática deve estar identificada com o contexto sócio cultural do Rio Grande do Sul, abordando as várias nuanças poéticas que caracterizam a produção literária de nosso estado, tais como: gauchesca; nativista; regionalista; tradicionalista; localista; telúrica; social; pageana; payadoresca;

Art.2º - A SESMARIA DA POESIA GAÚCHA integra um projeto cultural, desenvolvido pela Associação Cultural Sesmaria, com apoio da Prefeitura Municipal de Osório, através da Secretaria de Cultura, Secretaria de Desenvolvimento e Turismo como parte integrante da SEMANA FARROUPILHA, tendo por objetivos:
a) Integrar, através da poesia, a comunidade de Osório ao Movimento Tradicionalista e Nativista do Rio Grande do Sul;
b) Abrir novos espaços para poetas e declamadores, partindo-se do princípio que estes são muitos restritos nos palcos gaúchos;
c) Divulgar a arte, a história, e a cultura do Rio Grande do Sul, através do verso.

COORDENAÇÃO
Art.3º - A coordenação da SESMARIA DA POESIA GAÚCHA estará a cargo da Comissão executiva da Associação Cultural Sesmaria, com apoio da Secretaria de Cultura.a) A Comissão Executiva é responsável pela elaboração do projeto e pela execução e avaliação do evento.
b) A Comissão Executiva indicará a Comissão Avaliadora, que será integrada por: poetas, compositores e declamadores, de reconhecido renome no cenário cultural rio-grandense.

DO LOCAL E DATA
Art. 4º - O Festival será realizado no dia 24 de setembro de 2016 em Osório/RS na Câmara de Vereadores, situada na Av. Jorge Dariva, 1211 - Centro. Osório.

PARTICIPAÇÃO
Art. 5º - Poderão participar da Sesmaria da Poesia Gaúcha, poetas e declamadores de qualquer parte do Brasil e Países vizinhos, desde que respeitada à proposta do evento, ou seja, temas identificados com o contexto sócio cultural do Rio Grande do Sul.
Parágrafo 1º - A fim de evitar constrangimento não serão aceitas inscrições de poesias entregues diretamente aos jurados.
Parágrafo 2º - Os autores cedem o direito de gravação, comercialização, ressalvados os direitos autorais da 21ª Quadra da Sesmaria da Poesia Gaúcha, correspondente à edição e/ou reedição do CD/DVD.
Parágrafo 3º - É vedada a participação dos membros da Comissão Organizadora, auxiliares, funcionários, conselheiros como concorrentes em qualquer circunstância.

INSCRIÇÃO
Art. 6º - Cada autor poderá inscrever gratuitamente, número ilimitado de poesias, podendo classificar somente 1 (um) poema, até o dia 30 de junho de 2016, sendo esta data limite de postagem e remeter para o seguinte endereço - Associação Cultural Sesmaria - Rua Santos Dumont, 696 - Centro- CEP 95520-000 - Osório – RS.
Parágrafo Único - As poesias poderão ser enviadas (word ou pdf) através do correio eletrônico:sesmariadapoesia@outlook.com juntamente com a ficha de inscrição totalmente preenchida (Não serão aceitas inscrições sem a ficha de inscrição anexa ao email).

Art. 7º - As poesias inscritas deverão ser inéditas, isto é, não publicadas em livros de festivais e/ou gravadas e que não tenham sido premiadas em festivais do gênero.
Art. 8º - Cada trabalho inscrito deverá vir acompanhado de sua ficha de inscrição, devidamente preenchida e assinada e quatro (4) cópias da poesia, digitadas no editor de texto Word ou pdf, constando somente o título, sem identificação do Autor e uma cópia do arquivo em Word ou pdf gravada em CD. (se enviada via correio, o autor poderá enviar mais do que um poema e as fichas de inscrição no mesmo CD).
Art. 9º - As cópias, Cd´s e todo material enviado não serão devolvidos e ficarão pertencendo ao acervo do festival.
Art. 10 - Os autores poderão enviar mais de uma poesia por email, mas com uma ficha de inscrição para cada poesia.
Art. 11 - O concorrente, após inscrever seu trabalho, não poderá divulgá-lo até o final do evento.
Art 12 - A assinatura da ficha de inscrição e/ou a resposta do email de solicitação pelo responsável implica na aceitação expressa de todos os artigos constantes desse regulamento por todos os demais elementos do grupo, sendo que o festival não se obriga a cumprir o que nele não foi estipulado.
Art. 13 - Deverá acompanhar a ficha de inscrição a autorização para gravação do CD. (anexo)
Art. 14 - O tempo de gravação de cada um dos trabalhos classificados não deverá exceder seis (6) minutos.
Art. 15 - Encerrado o prazo para inscrições, a Comissão Avaliadora selecionará, dez (10) poesias, que integrarão o COMPACT DISC (CD), que será gravado no dia do evento e mais 3 poesias como suplentes. (estes poemas (suplentes) terão uma ajuda de custo)

TRIAGEM
Art. 16 - Após encerrar o prazo de inscrição, a Comissão julgadora selecionará as 10 (dez) poesias que serão declamadas na SESMARIA DA POESIA GAÚCHA 21ª QUADRA de Osório que integrarão o respectivo CD e DVD. Os concorrentes serão notificados, em tempo hábil, através de correspondência, telefone, email ou pela imprensa.

COMPETIÇÃO
Art 17 - O intérprete poderá participar de uma (1) poesia, sendo ou não de sua autoria.
Art 18 - O amadrinhador (Instrumentista) poderá participar de, no máximo, duas (2) poesias.
Art.19 - Cada declamador deverá se apresentar com seu próprio instrumentista(s).
Art. 20 - O poema poderá ser defendido em forma de dueto. 
Art. 21 - A apresentação da poesia no palco será de inteira responsabilidade do autor.
INDUMENTÁRIA
Art. 22 - O intérprete e os músicos deverão apresentar-se obrigatoriamente pilchados no palco com a indumentária típica do RS, sem descaracterização e deturpação.

HORÁRIO DE PASSAGEM DO SOM
Art.23 - Os trabalhos deverão ser ensaiados das 13h às 17h, da respectiva apresentação no palco, no dia 24 de setembro de 2016. podendo ser gravada como segurança para a gravação do CD.

DIA E HORA DA APRESENTAÇÃO
Art. 24 - As poesias classificadas deverão ser apresentadas no palco da SESMARIA DA POESIA GAÚCHA, na noite de 24 de setembro de 2016, às 20h00min.
Art. 25 - A Comissão Organizadora irá decidir a ordem de apresentação das 10 (dez) poesias que subirão ao palco.

DA PREMIAÇÃO
Art. 26 - A cada uma das poesias classificadas, e efetivamente declamada, sem leitura ou consulta ao respectivo texto no palco, será paga uma premiação pela classificação no valor de 800,00 (oitocentos reais).
Art. 27 - O festival se compromete a efetuar os pagamentos das premiações, mas não estipula a forma de pagamento, podendo ser em dinheiro, cheque nominal ou similares.
Art. 28 - Somente serão feitos os pagamentos as pessoas indicadas na ficha de inscrição e com todos os documentos exigidos.

CREDENCIAMENTO,ALIMENTAÇÃO, HOSPEDAGEM ACOMPANHANTES
Art. 29 – A hospedagem e alimentação dos participantes e acompanhantes será por conta dos mesmos.
Art. 30 - O Festival colocará a disposição dos participantes e acompanhantes almoço e janta, sendo pago pelos mesmos

PREMIAÇÃO
Art. 31 - Os vencedores da SESMARIA DA POESIA GAÚCHA 20ª QUADRA, farão jus a seguinte premiação:
1º Lugar Poesia: - Troféu Telmo de Lima Freitas + R$ 800,00
2º Lugar Poesia: - Troféu Telmo de Lima Freitas + R$ 600,00
3º Lugar Poesia: - Troféu Telmo de Lima Freitas + R$ 500,00

1º Lugar Intérprete: Troféu Telmo de Lima Freitas + R$ 800,00
2º Lugar Intérprete: Troféu Telmo de Lima Freitas + R$ 600,00
3º Lugar Intérprete: Troféu Telmo de Lima Freitas + R$ 500,00

1º Melhor Amadrinhador: Troféu Telmo de Lima Freitas + R$ 500,00
2º Melhor Amadrinhador: Troféu Telmo de Lima Freitas + R$ 300,00
3º Melhor Amadrinhador: Troféu Telmo de Lima Freitas + R$ 200,00

INTEGRANTES DA COMISSÃO JULGADORA
Art. 32 – A DEFINIR

DISPOSIÇÕES GERAIS
Art. 33- Os caso omissos no presente regulamento, bem como eventuais dúvidas surgidas durante a realização do evento, serão resolvidos pela Comissão Executiva.
Art. 34 - As deliberações da Comissão Avaliadora serão soberanas, não cabendo nenhuma contestação.

Parágrafo Único: Os poemas suplentes somente serão convidados para o dia do evento, caso algum poema venha a ser desclassificado.

INFORMAÇÕES POR TELEFONE: 
JULIO RIBAS - (51) 8606.6667

SESMARIA DA POESIA GAÚCHA
21ª QUADRA FICHA DE INSCRIÇÃO

TÍTULO DA POESIA:
AUTOR :
ENDEREÇO:
TELEFONE:
CIDADE/UF/CEP:
CPF:
RG:
NÚMERO PIS/PASEP:
NOME DO DECLAMADOR(a):
NOME DO AMADRINHADOR(a, es):
Informar o nome da pessoa autorizada a receber a Ajuda de Custo e Direito de Arena. Ressaltamos que a mesma deverá estar presente na SESMARIA DA POESIA GAÚCHA - 21ª QUADRA, pois o pagamento será efetuado através de empenho prévio.
NOME COMPLETO:
ENDEREÇO: 
TELEFONE:
CIDADE/UF/CEP:
CPF:
RG:
AUTORIZAÇÃO: Autorizo a Comissão Executiva da SESMARIA DA POESIA GAÚCHA - 21ª QUADRA, a promover a gravação em CD/DVD com conteúdo exclusivo do Festival, reservando-se, contudo, os Direitos Autorais, conforme prevê a Lei. DECLARAÇÃO: Declaro(amos) que as informações dadas à Ficha são verdadeiras e que ao assiná-la estou(amos) aceitando as condições de participação/concorrência propostas no Regulamento desta edição da SESMARIA DA POESIA GAÚCHA de Osório.

OBSERVAÇÕES:
A) Preencher uma via para cada composição - Informar por escrito à Comissão Executiva, qualquer alteração.




___________, ______ de ____________ de 2016




_________________________________
Autores

Fonte: blog Identidade Campeira

O Cartaz do 25º Ronco do Bugio obra do artista Léo Ribeiro de Souza


O Cartaz do 25º Ronco do Bugio da Bela São Chico de Paula, na Serra Gaúcha, mais uma vez ficou a cargo do grande Poeta, escritor, desenhista, blogueiro, dançador e namorador, Léo Ribeiro de Souza, esse Franciscano que orgulha não só a sua bela São Chico, mas o estado do Rio Grande do Sul. Conhecedor da lida campeira, dos versos lindos e da ponta do lápis, seus desenhos dois cartazes do Ronco do Bugio, sempre retratam as belezas da serra, além da tradição gaúcha e é claro a figura maior da tradição deste pago.
Parabéns meu amigo e parabéns a comissão que escolhe ilustres quais a ti para retratarem tão bem as paisagens serranas em forma de cores e versos.
Veja o que ele escreve em sua página na web, sobre essa obra de arte:

"Como o cartaz do 25º Ronco do Bugio ainda não estava definido, a pedido do meu amigo Bolívar Medeiros, resolvemos continuar na mesma linha dos anteriores e criar uma capa desenhada.

Ando meio destreinado no cabo do lápis, mas saiu esta gravura.

A ideia é retratar um gaúcho serrano chegando, de madrugadita, na São "Chico" de Paula do início do século XX. No desenho retratamos com fidelidade a atual avenida Júlio de Castilhos.

Intrínseca na imagem está uma homenagem aos violonistas destes pagos pois o Ronco prima pela gaita, mas já tivemos músicos, como Antoninho Duarte (que agora vim saber era crioulo de São Francisco), que ganhou o Festival só com o toque de seu inconfundível violão campeiro.

Esperamos que gostem destes rabiscos."

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Ladrões incendeiam CTG


Foto: Site da Rádio São Vicente.

São Vicente – Na madrugada desta quarta (15), o CTG Cancela da Fronteira foi incendiado. Segundo Roberto Carlos Franco, patrão da entidade, o incêndio foi causado por ladrões depois que roubaram dois botijões de gás. O fogo foi controlado por um grupo de pessoas enquanto aguardavam os bombeiros. Ainda não foram identificados os suspeitos. 

Fonte: Rádio São Vicente.

terça-feira, 14 de junho de 2016

REGULAMENTO DO 25° RONCO DO BUGIO

 
 Arte cartaz: Léo Ribeiro

Show/baile com: Os Monarcas e Os Serranos 
ENTRADA FRANCA 

Um dia após o sucesso de público e de organização da 20ª Festa do Pinhão a Prefeitura Municipal de São Francisco de Paula, através de seu mandatário maior, o Prefeito Juarez Hampel, em parceria com o Centro de Tradições Gaúchas Rodeio Serrano, na figura do Patrão Jaures Feijó Gomes, anunciam a realização do 25º Ronco do Bugio, o Festival Mais Autêntico do Rio Grande, bem como a 4ª edição do Ronco do Bugiozinho. 

E a coisa é meio a galope, como quem busca remédio no povoado. Portando, músicos e compositores, mandem seus trabalhos até o dia 15 de julho de 2016 para o e-mail roncodobugio@hotmail.com e participe deste grandioso evento que visa a preservação do único ritmo parido nesta querência de São Pedro.

Até o dia do evento nós, do Blog do Léo Ribeiro, estaremos divulgando a origem deste compasso sincopado e mais um eito de histórias deste festival tão querido e tão importante na formação musical do Rio Grande do Sul.

E você que, além de apreciar a bugiada, gosta de forcejar num baile velho campeiro, vá fazendo uma educação física para aguentar o tirão pois a dose vai ser dupla, com dois dos melhores conjuntos galponeiros do Estado. Na sexta-feira, dia 05, show baile com Os Monarcas e no sábado, dia 06, show baile com Os Serranos. E leve uns pilas só para a cerveja e o pastel pois A ENTRADA É FRANCA.

REGULAMENTO
O Ronco do Bugio é um festival com abrangência em todo o Estado do Rio Grande do Sul, e mesmo de outras querências, onde participam compositores, autores, músicos e intérpretes valorizando a autêntica música regional gaúcha, através do ritmo “Bugio”. Com esta particularidade, tornou-se o único evento no gênero, sempre objetivando resgatar, preservar e difundir este compasso que teve como origem a imitação do ronco dos primatas nas copas dos pinheirais serranos, através do jogo-de-fole da gaita.
Da Promoção e realização:
Art. 1º - O 25º Ronco do Bugio realizar-se-á no município de São Francisco de Paula, nos dias 05, 06 e 07 de agosto de 2016.
Art. 2º O 25º Ronco do Bugio é uma promoção do CTG Rodeio Serrano e da Prefeitura Municipal de São Francisco de Paula, com apoio de órgãos públicos e iniciativa privada.
Art. 3º - São objetivos do 25º Ronco do Bugio:
- Valorizar a tradição, arte, cultura e a autêntica música regionalista gaúcha, através do seu ritmo mais original;
- Prestigiar autores, compositores, intérpretes e conjuntos regionalistas e incentivar o surgimento de novos valores;
- Divulgar a música regional gaúcha;
- Valorizar a relevante posição na formação de usos e costumes, caracteres e valores espirituais e morais do gaúcho;
- Promover e incentivar a cultura gaúcha projetando São Francisco de Paula na maneira mais autêntica no cenário do turismo;
Da Organização e recursos financeiros:
Art. 4º - A organização do 25º Ronco do Bugio ficará a cargo da comissão organizadora nomeada pelo CTG Rodeio Serrano, mediante poderes estabelecidos em chamada pública para realização do evento.
Art.5º - Conforme dita o convênio com a Prefeitura Municipal o evento será custeado pela prefeitura municipal, mediante repasse.
Art. 6º - 0 CTG Rodeio Serrano, através de seu patrão nomeia Maurício Gomes Valim como Coordenador Geral do 25º Ronco do Bugio.
Da Participação e Inscrição:
Art. 7º - Somente poderão concorrer músicas cujo ritmo seja o Bugio e versos que abordem a cultura tipicamente gaúcha. 
Art. 8º - Cada compositor, eu seu nome ou parceria poderá inscrever quantas composições desejar.
Art. 9º - Somente serão aceitas composições inéditas, ou seja, músicas que ainda não tenham sido gravadas ou divulgadas comercialmente.
Art. 10º - Cada composição não poderá exceder cinco minutos.
Art. 11º - As composições deverão ser enviadas via e-mail para:roncodobugio@hotmail.com, atendendo aos seguintes itens:
a) Letra da composição em arquivo word ou similar sem identificação de autoria.
b) Mp3 da composição,
c) Ficha de inscrição assinada e digitalizada em formato PDF (imprimir, preencher a ficha de inscrição, assinar e digitalizar);
d ) Para cada inscrição deve-se enviar 1 (um) email
Art. 12º - As inscrições iniciam-se em 13 de junho de 2016 e encerram-se dia 15 de de julho de 2016, às 23.59, sem qualquer prorrogação;
Art. 13º - As composições selecionadas na triagem terão 10 dias, a partir da divulgação, para enviar a composição masterizada, pronta para a gravação a gravação do CD do festival juntamente com as fichas de autorização autenticadas dos autores e intérpretes da mesma;
Art. 14º - A comissão poderá solicitar nova gravação da música, caso a mesma não atenda à qualidade necessária para produção do CD do festival. Em caso de não cumprimento deste item, se o mp3 enviado para triagem não estiver com qualidade compatível a reprodução do CD, a música será substituída pela suplente.
Da Apresentação:
Art. 15º - O arranjo apresentado no Festival deve ser o mesmo aprovado na triagem, podendo ser melhorado, sem que isto influa na cadência ou ritmo. Os trabalhos classificados que subirem ao palco com outro ritmo que não o da triagem, serão automaticamente desclassificados. 
Art. 16º - Os músicos poderão defender no máximo 2 composições.
Art. 17º - Cada intérprete poderá defender apenas 1 composição.
Art. 18º - Os músicos deverão subir ao palco devidamente pilchados. 

Art. 19º– A passagem de som, no dia de cada apresentação, será por ordem de chegada.
Art. 20º - Os concorrentes deverão apresentar uma música de livre escolha, que não será avaliada pelos jurados, para ajuste de som e em seguida o bugio concorrente. 
Art. 21º - As doze (12) músicas classificadas, dez (10) do 25º Ronco do Bugio e duas (02) do 4º Ronco do Bugiozinho, serão divididas em duas apresentações, seis (6) na sexta-feira dia 05 de e as demais seis (6) no sábado, dia 06 de agosto, sendo reapresentadas no domingo dia 07 de agosto.
Art. 22º - A ordem de apresentação das composições classificadas será definida mediante sorteio.
Art. 23º - Cada compositor e/ou poeta poderá classificar no máximo duas composições.
Da Ajuda de Custo e Premiação:
Art. 24º – Cada composição classificada na categoria "Ronco do Bugio", receberá a título de ajuda de custo: o valor líquido de R$ 2.225,00 (dois mil duzentos e vinte e cinco reais), já descontados o valor de INSS, mediante RPA conforme legislação vigente (Valor bruto da ajuda de custo = R$ 2.500,00).
Art. 25º - O valor da ajuda de custo será pago ao responsável credenciado na inscrição, em dinheiro após a apresentação da música concorrente no domingo.
Art. 26º - Quando premiada, poderá incidir sobre o valor do prêmio, dependendo da colocação e valores, os devidos descontos de imposto de renda. Assim como não será descontado além do teto previsto em lei de INSS, respeitando-se a legislação vigente;
Art. 27º – A comissão julgadora proclamará ao final a noite de domingo, dia 07 de agosto de 2016 as composições vencedoras que farão jus aos seguintes prêmios.
(Tabela de valores líquidos já com desconto de INSS, mas sem o cálculo do Imposto de Renda caso aja)
1º lugar – Troféu + R$ 2.000,00
2º Lugar – Troféu + R$ 1.500,00 
3º Lugar – Troféu + R$ 1.000,00 
Melhor Instrumentista – Troféu + R$ 500,00 
Melhor Intérprete – Troféu + R$ 500,00 
Música Mais Popular – Troféu + R$ 500,00
Art. 28º - É de inteira responsabilidade dos participantes do 25º Ronco do Bugio as despesas de hospedagem e alimentação;
Art. 29º - A inscrição no festival implica na concordância na íntegra com o presente regulamento.
Parágrafo Único: Os casos omissos a este regulamento serão resolvidos livre e soberanamente pela comissão organizadora.
São Francisco de Paula, 13 de junho de 2016.


FICHA DE INSCRIÇÃO


NOME DA MÚSICA........................................................................
RITMO: BUGIO
COMPOSITOR DA LETRA.............................................................
COMPOSITOR DA MÚSICA........................................................ 
RESPONSÁVEL PELA INSCRIÇÃO, AUTORIZADO A RECEBER A AJUDA DE CUSTO E PREMIAÇÃO:
Nome.................................................................................................
Data Nasc:...................................................CPF.............................
RG........................................................PIS:......................................
Endereço..........................................................................................
Bairro.......................................................CEP.................................
Cidade........................................................................Estado.............
Fone...................................................Celular....................................
E-mail...............................................................................................
EM CASO DE CLASSIFICAÇÃO A COMPOSIÇÃO SERÁ DEFENDIDA POR:
...........................................................................................................
...........................................................................................................
AUTORIZAÇÃO:
Parágrafo Único: Autorizamos a comissão organizadora do 25º Ronco do Bugio a promover a gravação em CD´s e DVD´s com conteúdo exclusivo do festival, reservando-se contudo os direitos autorais nos termos da lei vigente. Os autores das músicas ora CLASSIFICADAS NA TRIAGEM, obrigam-se a assinar, reconhecer firma e a anexar a ficha de inscrição, a autorização de gravação anexa a este regulamento. O não cumprimento deste item implicará na desclassificação automática, ou seja, as mesmas desacompanhadas da respectiva autorização com firma reconhecida serão substituídas por outra concorrente pelo júri da triagem.


INFORMAÇÕES:
Mauricio Gomes Valin: (054) 99733961
Luciane Altmayer: (054) 96079303
CTG Rodeio Serrano: (054) 3244-2785

Fonte: blog do Léo Ribeiro

Conjunto Os Monarcas faz show nesta quarta-feira em Canoas


Grupo fará apresentação com as 23 crianças que participarão da gravação do próximo DVD

Nesta quarta-feira, 15 de junho, o grupo Os Monarcas subirá ao palco pela primeira vez com as 23 crianças selecionadas através do projeto Novos Talentos e que participarão da gravação do próximo DVD.

O show “Preview novo DVD” é um ensaio para a gravação e um encontro único entre os pequenos artistas e seus mestres. Além das crianças selecionadas haverá a participação do personagem “Gaudêucio”, do ator mirim Thomas Hary, que interpretará o líder do conjunto Gildinho em um filme, e ainda, o lançamento e a comercialização dos produtos “45 anos – Os Monarcas”. Após o show acontecerá baile com o conjunto Canção Nativa. O evento inicia às 19h e será realizado no Galpão da Ulbra, em Canoas, que fica na Av. Farroupilha, 8001.

Os ingressos antecipados custam R$ 20 e dão direito a levar um acompanhante. Na hora, os ingressos custarão R$ 20 (feminino) e R$ 30 (masculino). Confira abaixo os pontos de venda e o link para a compra online.

O evento é uma promoção do Grupo Midia A em parceria com o conjunto Os Monarcas. Mais informações pelos contatos: (51) 9741.1484 / (51) 3022.2213 / comercialmidiaa@gmail.com.

SERVIÇO
O quê: Preview Novo DVD – Os Monarcas
Quando: 15/06/2016, às 19h
Onde: Canoas (RS)
Local: Galpão da Ulbra (Av. Farroupilha, 8001, Canoas, RS)

INGRESSOS ANTECIPADOS
R$ 20,00 (com direito a 1 acompanhante)

INGRESSOS NA HORA
R$ 30,00 Masculino
R$ 20,00 Feminino

INGRESSOS ONLINE
R$ 20,00 (com direito a 1 acompanhante)
*via transferência/depósito

PONTOS DE VENDA
Em Porto Alegre: Grupo Midia A - Rua Ten. Cel. Fabrício Pilar, 830, Bairro Mont Serrat. Telefones: (51) 3022.2213 / (51) 9741.1484
Em Canoas: Moka Artigos Regionais - Av. Boqueirão, 638, Bairro Igara. Telefone: (51) 3425.1212.

INFORMAÇÕES
51 3022.2213
51 9741.1484

Poemas classificados para o 3° Sinos do Verso Gaúcho


Poemas classificados para o 3° Sinos do Verso Gaúcho estamos divulgando. Parabéns aos Poetas avaliadores:
Sebastião Teixeira Correa
Paula Daniele Stringhi
José Luiz Flores Moró


Poemas classificados para o 3o Sinos do Verso Gaúcho.
Modalidade JOVENS TALENTOS
Poema: DAS SAUDADES DE UM PEÃO
Autor: Vitor Lopes Ribeiro - Rio Grande / RS

Modalidade Tema Especial INFÂNCIA
Poema: CADA INFÂNCIA COM SEU TEMPO
Autor: Léo Ribeiro de Souza - São Francisco de Paula / RS

Modalidade REGIONAL
Poema: MISTÉRIOS DA NOITE LONGA
Autora: Jurema Chaves - São Leopoldo /RS

Poema: NO FUNERAL DO BANHADO
Autora: Joseti Gomes - Gravataí / RS

Poema: GENUÍNO
Autor: Henrique Fernandez - Marau / RS

Poema: TUDO QUE HAVIA DE BUENO
Autor: Rodrigo Bauer - São Borja /RS

Poema: PRELÚDIO PARA UM RÉQUIEM
Autor: Caine Teixeira - Bagé / RS

Poema: NA SOMBRA DA ESPORA
Autor: Paulo Ricardo Costa - Santa Maria / RS

Poema: NA PRESILHA DO CABRESTO
Autor: Maximiliano Alves - Alegrete / RS

Poema: DONDE VENHO
Autor: Mário Amaral - Capão da Canoa / RS

Poema: DAQUELES QUE VÃO EMBORA DO RETRATO
Autor: Ari Pinheiro - Florianópolis / SC

Poema:REMINISCÊNCIAS
Autor: Toninho Lima - Gravataí /RS

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Sérgio Rosa e os Quatro Ventos em Nova Esperança do Sul

Quem está de volta e fazendo sucesso por onde passa é o Grupo Os Quatro Ventos agora com o grande gaiteiro Sérgio Rosa à frente, sempre animando bailes bem no sistema antigo. Que quiser se embalar ao tranco desse grupo, dia 26 de Junho no Piquete Couro Cru na bela Nova Esperança do Sul, e terá a presença também com um show de Julio Saldanha, cantando sua irreverência, além é claro do romantismo que é marca de seu trabalho.
Quem quiser contratar esse grupo que eu recomento é só procurar pelo meu amigo Sérgio Rosa, na sua página na web e estarão levando o embalo da mais autêntica música fandangueira.
Todos convidados!


quarta-feira, 8 de junho de 2016

Comissão Avaliadora do 3º Sinos do Verso Gaúcho.

Comissão Avaliadora responsável por todo o trabalho de escolha do pormas e avaliação do 3º Sinos do Verso Gaúcho. São eles;

José Luiz Flores Moró - Poeta, natural de Julio de Castilhos, mas escolheu a bela Farroupilha para morar. Premiado nos mais diversos Festivais de Poesia do Rio Grande do Sul, com um manancial de versos espalhados e declamados pelos rodeios e palcos dos festivais poéticos. É autor do Poema VOZES DO MAÇAMBIQUE poema que venceu a 1ª Tertúlia da Poesia, em Santa Maria, em 2014 e do ALFA AO OMEGA poema premiado na 2ª Tertúlia da Poesia, em Santa Maria em 2015

Paula Daniele Stringhi - Declamadora mas mais consagradas - natural da bela Tramandai e escolheu a serra gaúcha, Caxias do Sul para morar. Com um currículo invejável pelos palcos onde andou sempre premiando, além de prêmios pelos festivais de poesia. De premiada do ENART hoje passou a avaliadora do ENART isso provando que seu conhecimento, a forma de expressão e a verdade que guarda na arte declamatória serviram para a colocar no roll das grandes declamadores do Rio Grande do Sul.

Sebastião Teixeira Corrêa.- Poeta - natural de São José do Ouro e residente na bela Caxias do Sul, é um conhecedor da poesia em todas as suas formas, desde a linha mais aberta até os versos que falem de campo. Vencedor de diversos festivais de poesia, ha muito tempo escreveu seu nome no meio dos grandes Poetas do Rio Grande do Sul. Premiado na 1ª Tertúlia da Poesia de Santa Maria com o Poema AS RAZÕES DA INSÔNIA QUE HÁ EM MIM!

Parabéns a Comissão Organizadora do Sinos do Verso Gaúcho pela escolha de grandes nomes da poesia para fazer a escolhas do versos que irão ao palco.

Sucesso a todos.

terça-feira, 7 de junho de 2016

Show com Nilton Ferreira e Grupo Pampa y Cielo


Show dia em 10 de junho em Bento Gonçalves na Expobento.
Show dia em 12 de junho em Santiago- Ctg Coxilha de Ronda.

IIª Festa do Agronegócio em São Francisco de Assis



Fonte: http://lgpublic.blogspot.com.br/

60º RODEIO DE POETAS DA ESTÂNCIA DA POESIA CRIOULA


CONVITE PARA O 60º RODEIO DE POETAS DA ESTÂNCIA DA POESIA CRIOULA - DIAS 25 E 26 DE JUNHO DE 2016
25/06, ÀS 14 HORAS, NA FUNDAÇÃO PÃO DOS POBRES, EM PORTO ALEGRE, DIA 26/06, NA SESMARIA DO INFINITO, NO PARQUE DA HARMONIA, EM FRENTE A CHURRASCARIA GALPÃO CRIOULO. "ENTRADA FRANCA"

sexta-feira, 3 de junho de 2016

NATIVISMO OU TRADICIONALISMO - EIS A QUESTÃO!

Tu sabes a diferença entre Nativismo e Tradicionalismo?

Pois é, esse é um tema interessante, vejo muitos batendo no peito e se dizendo tradicionalista, como se, isso fosse algo muito especial e de certa forma desfazendo de quem é nativista. Pois bem, vamos ver a diferença:

Tradição segundo Zeno e Rui Cardoso Nunes no dicionário campeiro, significa o rico acervo cultural e moral do Rio Grande do Sul no campo literário, folclórico, musical, usanças, adagiário, artesanato, esportes e atividades rurais isso na linguagem literária. Na linguagem popular é o que vem de Pai para filho Nativismo, não tem no dicionário gauchesco, na linguagem literária, mas sempre aprendemos que Nativo é o que é daqui, natural, Pátrio, que vem do chão.

Mas veremos na realidade, fora do contexto literário, o que é Tradicionalismo e Nativismo:
Tradicionalismo é quem vive de uma tradição herdada de Pai para filho e tenta trazer para as cidades as vivências do campo, mas COM suas REGRAS e NORMAS. 
Seu ponto principal é o fandango, realizados em CTGs com estruturas de cimento e luz elétrica, onde homens são chamados de Patrões ou Peões e mulheres são chamadas de Prendas ou Patroas. Vestem-se com pilchas rigorosamente compostas nos MANUAIS, como: bota, bombacha larga, camisa de manga comprida, casaco, guaiaca, lenço com dois palmos depois do nó e as mulheres com vestidos longos, onde se divertem com músicas bailáveis, ao som de Guitarras elétricas, contrabaixo, bateria, iluminados com luzes de Leds, neon, mouvies, uma parafernália de equipamentos importados, que fazem ritmos trazidos de outros continentes.

Nativismo é quem vive de uma tradição herdada de Pai para filho e tenta trazer para as cidades as vivências do campo, mas SEM REGRAS ou NORMAS. 
Seu ponto principal são os festivais que são feitos em qualquer lugar, desde uma lona, um CTG, um Galpão, uma barranca de rio. Os homens são chamados de qualquer forma, sem nomenclatura estancieira. Vestem-se com pilchas que acham bem, sem REGRAS, mas basicamente boina, alpargata, bombacha, rastrea, lenço pequeno sobre a gola da camisa, e camisa de qualquer cor e jeito, um poncho pátria, ou um pala nos ombros, os que tem é claro. A mulher, se veste da mesma forma, se quiseres ou com qualquer roupa que lhe caia bem. Fazem músicas ao som da guitarra acústica, também chamado de violão, leguero, cajon ou pandeiro, gaita a ponto ou pianada. Lidam no campo e valorizam o cavalo crioulo.

Na pratica ser Nativista ou Tradicionalista?
Para os que nada conhecem ou para aqueles que acham que conhecem tudo, terão argumentos para desfazer a minha tese, mas para mim, é exatamente isso. Penso que ser NATIVISTA ainda está mais próximo do que deveria ser o TRADICIONALISTA, isso mostra que não são as regras e nem as normas que fazem uma sociedade, mas sim a qualidade de vida que isso pode proporcionar a todos, para que não morra a verdadeira tradição, independente da roupa e da moda de viver de cada um.

Sem falar que tem muitos tradicionalistas que os são, só dentro das entidades, mas escondendo sob pilchas comportadas e regradas, suas tatuagens, seus pircings, seus cabelos mechados e pintados, seus batons coloridos e pinturas extravagantes, vivendo e mentindo ser exatamente o que não é, além de usarem um celular ou tablet de última geração tirando fotografia e mandando pela internet.

No nativismo tudo isso também acontece, pois se não tem regras, que cada um viva da forma que achar que deve, mas como tudo acontece por equilíbrio e vivência, no meio, sobrevivem aqueles que gostam realmente da arte de ser nativo, com modernismo, mas sem perder a ternura.
Boa noite a todos!

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Circuito de Rodeios Artísticos da 13ª RT

O Departamento Artístico da 13ª Região Tradicionalista, por meio de seu diretor Tiago Zavacki de Morais, divulgou as datas, locais, atas das reuniões e regulamentos do 5° Circuito de Rodeios Artísticos da 13ª RT, bem como do Circuito para Iniciantes.

As etapas ficaram definidas da seguinte forma:
1ª Etapa: 11 e 12 de junho – promoção do Grupo CAAMI Folclore e Arte Nativa – São Sepé
2ª Etapa: 09 e 10 de julho – promoção da AT Poncho Branco (fase regional do ENART) – Santa Maria
3ª Etapa: 13 e 14 de agosto – promoção do CTG Rincão de São Pedro – São Pedro do Sul
4ª Etapa: 15 e 16 de outubro – promoção do CTG Ronda Crioula – São Sepé

A Comissão Organizadora será formada por Tiago Zavacki de Morais, Diretor do Departamento Artístico Regional, Deise Ullrich, representante da AT Poncho Branco, Elisete Garcia, representante do CTG Ronda Crioula, Fátima Wegner, representando do Grupo CAAMI, Luciane Bello, representando do CTG Rincão de São Pedro e Elias Leal, Vice Coordenador da 13a Região Tradicionalista.

As comissões dos concursos ficaram assim definidas: Na etapa regional do ENART, as comissões serão compostas integralmente por avaliadores do COMART (Comissão Artística do Rio Grande do Sul – MTG), as demais etapas do circuito de rodeios somente as Modalidades de Danças Tradicionais e Dança de Salão serão compostas por comissões do COMART.

Os valores dos ingressos nas etapas dos Circuitos serão de R$ 5,00 (cinco reais) por dia para o público geral e R$ 5,00 (cinco reais) para os dois dias para os participantes de individuais e grupos de danças.

As etapas terão início nos sábados pela parte da manhã, a partir das 9h com declamação mirim e dança de salão mirim e no domingo com início previsto para às 8h30min com a abertura oficial logo após danças tradicionais Mirim. As demais modalidades e categorias terão seus horários especificados na programação de cada etapa, porém a programação poderá ser alterada pela Comissão Promotora da etapa.

No Circuito para Iniciantes, a modalidade de Danças Tradicionais terá um troféu destaque para o grupo mais pontuado em cada categoria. A programação da primeira etapa do Circuito, em São Sepé, será disponibilizada em breve.

As informações e dúvidas deverão ser tratadas preferencialmente com membros do Departamento Artístico da 13ª Região Tradicionalista.

Mais informação no site: 
http://13regiaotradicionalista.com.br/veja-tambem/circuito-de-rodeios-artisticos-da-13a-rt/

REGULAMENTO DO FESTIVAL VIº REMANSO DA CANÇÃO GAÚCHA E NATIVISTA

REGULAMENTO DO FESTIVAL REMANSO DA CANÇÃO GAÚCHA E NATIVISTA

I – DA PROMOÇÃO
Art. 1º O FESTIVAL REMANSO DA CANÇÃO GAÚCHA E NATIVISTA é uma promoção do MINUANO CTG de Iraí (RS).

II – DOS OBJETIVOS
Art. 2º O FESTIVAL REMANSO DA CANÇÃO GAÚCHA E NATIVISTA é um festival de interpretação, voltado ao gênero gaúcho e nativista do Rio Grande do Sul, e tem como objetivo valorizar o potencial musical dos intérpretes, através do incentivo à participação de artistas, integração dos CTGs, além de proporcionar a descoberta de novos talentos.

III – DA CARACTERÍSTICA
Art. 3º O FESTIVAL REMANSO DA CANÇÃO GAÚCHA E NATIVISTA será de músicas tradicionais gaúchas dentro do estilo fandangueiro e também no estilo nativo, mostrando os costumes do Rio Grande do Sul.

Art. 4º Não será permitida a repetição de música, tendo prevalência aquela inscrita em primeiro lugar.

Art. 5º No FESTIVAL REMANSO DA CANÇÃO GAÚCHA E NATIVISTA será julgado somente o intérprete da canção, podendo apresentar-se em grupo; caso apresentarem-se em duplas, será avaliada a dupla.

Art. 6º O intérprete deverá apresentar-se com seu grupo, dupla ou individual com seu(s) instrumento(s) musical(is), ficando à cargo da Comissão Organizadora somente a contratação do sistema de som.

Art. 7º As canções poderão ser interpretadas individualmente ou em grupo. Cada grupo concorrente não poderá ser constituído por mais de 5 (cinco) integrantes.

Art. 8º Todos os integrantes do grupo deverão estar devidamente pilchados, conforme os costumes gaúchos. Aqueles que não estiverem pilchados perderão metade da nota final.

IV – DAS INSCRIÇÕES
Art. 9º O início das inscrições dar-se-á no dia 9 de maio de 2016, a partir das 8h, através do site do Minuano CTG: www.minuanoctg.com.br

Art. 10. O encerramento das inscrições dar-se-á às 18h do dia 9 de junho de 2016, ficando limitado ao número de 20 (vinte) inscritos.

Art. 11. Poderão se inscrever no FESTIVAL REMANSO DA CANÇÃO GAÚCHA E NATIVISTA artistas intérpretes, que deverão apresentar-se munidos da cópia da letra da música a ser interpretada em 5 (cinco) vias e instrumento (s) musical (is).

Art. 12. As fichas de inscrição e regulamento poderão ser obtidas no site do Minuano CTG:www.minuanoctg.com.br

Art. 13. Os candidatos pagarão taxa de inscrição no valor de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) no ato da inscrição, podendo ser por depósito bancário identificado na agência do SICREDI 0230, conta corrente 75552-4 em nome de MINUANO CENTRO DE TRADIÇÕES GAÚCHAS – IRAÍ, cujo comprovante deverá ser remetido por E-mail.

Art. 14. Deverão ser remetidas via E-mail minuanoctg@gmail.com

1 – Comprovante de pagamento da taxa de inscrição.

2 – Cinco cópias da letra, onde conste o nome da obra e o autor.

Art. 15. A ordem cronológica das inscrições será apurada de acordo com o recebimento do E-mail com a ficha de inscrição preenchida e comprovante de pagamento da taxa de inscrição.

Art. 16. Estará disponível no site do Minuano CTG de Iraí a relação dos candidatos inscritos, bem como o nome da música que será defendida, de acordo com a ordem de chegada do E-mail, cuja página será atualizada diariamente.

Art. 17. O material de inscrição poderá ser retirado, após o Festival, junto à Comissão Organizadora.
V – DA DURAÇÃO DO EVENTO POR EDIÇÃO

Art. 18. Será 1(um) dia de Festival:
1. Os ensaios para o Festival terão início às 15h até às 18h do dia 11 de junho de 2016;
2. A partir das 20h30min, dar-se-á início ao Festival, com entrega de prêmios na noite do dia 11 de junho de 2016.

VI – DA COMISSÃO JULGADORA
Art. 19. A Comissão Julgadora será escolhia pela Comissão Organizadora do Festival Remanso da Canção Gaúcha e Nativista e será formada por 5(cinco) membros, que serão escolhidos entre pessoas de reconhecida capacidade no cenário artístico regional.

VII – DA SELEÇÃO E JULGAMENTO
Art. 20. A ordem de apresentação dos candidatos será definida por sorteio, a ser realizado logo após o término dos ensaios.

Art. 21. Os critérios para avaliação serão: afinação vocal, ritmo, interpretação, fidelidade à letra, harmonia e postura cênica.

Art. 22. O FESTIVAL REMANSO DA MÚSICA GAÚCHA E NATIVISTA será realizado no dia 11 de junho de 2016, na sede do Minuano CTG de Iraí de (RS).

Art. 23. Se, no momento destinado à sua interpretação, o candidato ou grupo não estiver presente, este será automaticamente desclassificado, passando a ser executada a canção imediatamente posterior.

Art. 24. Em caso de empate em quaisquer das votações, proceder-se-á a uma segunda votação, podendo ser critério para o desempate a dificuldade da música interpretada.

Art. 25. A decisão dos jurados é soberana, cabendo a eles resolver quaisquer incidentes, referente aos intérpretes, que ocorra neste Festival.

VIII – DA PREMIAÇÃO

Art. 26. Aos intérpretes classificados será atribuída pontuação de 5 (cinco) a 10 (dez) pontos em cada quesito, podendo ser decimal:
1. 1º lugar; 2. 2º lugar; 3. 3º lugar; 4. 4º lugar e 5. 5º lugar.

Art. 27. Aos intérpretes vencedores serão entregues as seguintes premiações:
1. 1º lugar: R$ 2.000,00; 2. 2º lugar: R$ 1.000,00; 3. 3º lugar: R$ 600,00; 4. 4º lugar: R$ 350,00; 5. 5º lugar: R$ 250,00.

Art. 28. A Comissão Julgadora poderá utilizar-se de notas decimais e basear-se-á nos seguintes quesitos e seus respectivos valores:

1. Afinação vocal: 10 pontos;
2. Ritmo: 10 pontos;
3. Interpretação: 10 pontos;
4. Fidelidade à letra: 10 pontos;
5. Harmonia: 10 pontos;
6. Postura cênica: 10 pontos;
7. Total: 60 pontos.

IX – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

Art. 29. O resultado do Festival será divulgado no mesmo dia do evento e posteriormente pela imprensa escrita e falada.

Art. 30. Os jurados receberão ajuda de custo no valor de R$ 250,00 cada um.

Art. 31. A sonorização do evento ficará a cargo da Comissão Organizadora do FESTIVAL REMANSO DA CANÇÃO GAÚCHA E NATIVISTA, ou seja, será colocado à disposição dos candidatos: palco e som.

Art. 32. As pessoas que acompanharem os intérpretes e músicos não serão dispensadas do pagamento do ingresso.

Art. 33. Os casos omissos neste Regulamento serão resolvidos pela Comissão Organizadora do FESTIVAL REMANSO DA MÚSICA GAÚCHA E NATIVISTA.

Gilberto José Ballen – Patrão do Minuano CTG de Iraí (RS).