quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Repórter Farroupilha critica o cantor Mano Lima

O Jornalista Giovani Grizotti da RBS TV posta carta aberta em sua página na web, criticando a postura do cantor Mano Lima em seu show no 30º Rodeio Internacional de Vacaria, acontecido recentemente e sua postagem repercute pelas páginas o FB, leia o que diz o Repórter Farroupilha e tire as suas conclusões.

"Carta aberta ao Mano Lima

Gauchada pensei muito antes de escrever esse texto...Enfim, tomei a decisão...Quem me acompanha sabe do meu esforço para divulgar as tradições gaúchas. Cada reportagem, cada chamada, cada post, é uma conquista. Luto mesmo. Com garra. E observem que essa não é a minha principal tarefa na RBS TV. Mas entrei para este mundo movido pela paixão, como vocês...

Por isso, resolvi me manifestar sobre as críticas que o cantor Mano Lima tem feito à Rede Globo e à imprensa de um modo geral. Aqui um parêntese: Mano é xucrismo puro. Ele canta o campo com sua alma. É dos bons. Mas, durante os shows, tem sido aplaudido mais pelo discurso simplistas e cheio de incorreções do que pela música que canta. E quanto isso acontece, é preciso acender o sinal de alerta. 

E tudo se repetiu na noite de domingo, 2, durante o Rodeio Internacional de Vacaria. Mano Lima, talentoso artista, expoente da música campeira, fez um inflamado discurso contra a Rede Globo. Generalizou a conduta da emissora, como se nada de bom ela trouxesse para o país. Se estou defendendo a Globo? Claro que não. Como qualquer empresa, ela também tem defeitos. Mas, ao fazer parte dela através da RBS TV, sei o quanto essa crítica é infundada. E, ao atacar a Globo e tudo o que ela faz, Mano Lima atinge também a RBS TV. E só eu e os meus colegas sabemos (e vocês, caso acompanhem a programação) o que a RBS TV tem feito pela cultura gaúcha. Não precisa nem eu citar. Só eu fiz mais de 40 reportagens ano passado. 40! Que outra emissora dá tanto espaço para o gauchismo?

Dessa vez, em vez de ouvir calado o que Mano dizia, resolvi subir ao palco e, no final do show, olho no olho, contrapor os argumentos. Ao Mano, falei mais ou menos o seguinte:

Senhor Mano Lima, o senhor é um grande artista gauchesco. Para muitos, o melhor. E eu respeito muito a sua música. Agora, o senhor está vendo esse microfone aqui e esse logo? É da Globo/ RBS TV. A mesma emissora que o senhor criticou aí no palco está nesse palco para divulgar a sua música. O senhor sabe quantas reportagens vamos produzir aqui, sobre este rodeio, sem nenhum patrocínio? Cerca de 15. “Mas eu não falei isso, disse que a Globo tem coisas boas também”, respondeu o cantor.

E eu retruquei: 

Não. O senhor generalizou. 

Quero lhe dizer o seguinte: só a reportagem que conseguimos exibir no Fantástico, sobre o Acampamento Farroupilha, atingiu mais público do que a sua música atinge durante um ano. 

“Mas o problema é o Jornal do Almoço”, alegou Mano.

Jornal do Almoço? Em que ano o senhor vive? Não liga a televisão pra perceber que o J.A vive apresentando reportagens sobre tradição gaúcha, trazendo artistas ao vivo? Só eu sei quantas vezes já lhe convidei pra participar do Jornal do Almoço, mas o senhor sempre recusou, fazendo pouco caso. Qual o seu problema?

E vou lhe além: o senhor é muito contraditório em seus discursos. Ao mesmo tempo em que reclama de espaço para divulgar nossa cultura, quando é homenageado, não comparece (caso do Prêmio Açorianos). Se por um lado o senhor diz que nossa música não é difundida no centro do país, admite que se recusou a fazer show no Rodeio de Barretos, em São Paulo. Isso não é uma incoerência?

“Mas aquilo (Barretos) é coisa pra palhaço”, rebateu Mano.

Palhaço? Prossegui:

Sim, eu sei que o senhor pensa isso daquele rodeio, pois já ouvi o senhor dizendo isso em outros shows. Agora, pergunto: o senhor já parou pra pensar quantas pessoas também consideram a sua música “coisa de palhaço” por causa das letras alegres e animadas que elas têm? São pessoas fora do meio gauchesco, que não entendem o contexto das sua letras, sempre divertidas. Não é o meu caso. Pra mim, o senhor não é um palhaço. Pelo contrário. É um grande artista. Mas digo isso porque o senhor deveria saber respeitar as diferenças. Nossa cultura não é melhor nem pior que as outras. Temos, sim, é que lutar pelo nosso espaço. “O senhor está distorcendo minhas palavras”, retrucou Mano Lima.

Distorcendo?

Está tudo gravado. 

Talvez vocês estejam pensando: ah, mas o Mano Lima é xucro, é o jeito dele...Alto lá. Mano já me disse, por exemplo, que não participa de programas de tv com baixa audiência. Mas o que é isso? Isso é empáfia, desculpe. Vejam o exemplo dos Monarcas, do Joca, do César e do Rogério, só para citar alguns. Nunca recusam uma entrevista, participar de um programa. Porque entendem que o papel do músico é também multiplicar o seu trabalho através da mídia, permitindo que mais e mais pessoas que não tem acesso aos shows, também possam apreciar o que fazem de bom. 

Quero dizer ao Mano Lima que, ao contrário dele, não estou fazendo a cobertura de Vacaria só por causa do cachê. Eu poderia estar na minha folga, no conforto do ar condicionado da redação, no meu treino de laço, do qual abri mão, para trabalhar aqui no rodeio, de manhã, de tarde e também à noite, junto com meus colegas. O salário eu receberia igual. Mas estou aqui porque sou comprometido com as tradições gaúchas. Quanto ao senhor, tenho minhas dúvidas .

Um abraço
Do ex-fã
Giovani Grizotti
Repórter da RBS TV/ TV Globo"

14 comentários:

Unknown disse...

Gostaria de ver a tal gravação... E o rosto dele.

gilmar leal pinto disse...

e facil falar sem mostrar a gravaçao. veja se a rbs da o mesmo espaço para musicos gauchos em relaçao aos que vem do eixo rio sao paulo. e o galpao crioulo nesse horario tem alguem que ainda assiste?

Maico Pucci disse...

Estou com o pessoal ai, gostaria de ver a gravação, não me parece do feitio do Mano Lima falar assim, ele é do tempo antigo e de vergonha na cara! Abraço Mano Lima, abraços ao povo Gaúcho, Maico - Araucaria-PR

Anónimo disse...

Até entendo que o Mano possa ter errado em algum momento nesta história toda, e também entendo em parte o Giovane. Admiro o trabalho dos dois, mas esta defesa desenfreada em relação à Globo em primeiro lugar (depois à RBS) não tem muito fundamento neste quesito, me desculpe o Giovane. Realmente existem algumas reportagens, mas o espaço pra outros artistas sempre foi muito maior do que pra música gaúcha no Brasil principalmente e também no RS. Não me recordo por exemplo de programas de rádio ou televisão que utilizem a nossa música tradicionalista ou nativista como trilha sonora, com exceção dos programas específicos tradicionalistas que são poucos e muitas vezes destoam do foco como acontecia no auge do "tchê music".

Anónimo disse...

SE FEITO , MAIS UM ARTISTA DA RBS (ELITE) QUERENDO APARECER , DIGNO DE UM TAPA NOS BEIÇO , COMO SE NAO FOSSE DE CONHECIMENTO QUE NOSSA CULTURA ESTA SENDO ESMAGADA POR TAIS CULTURA EIXO RIO SAO PAULO QUE MAIS SE TRADUZ EM POLITICAGEM E INTERESSES FINANCEIROS.

cassiio disse...

Eu tô do teu lado Mano Lima, não dê bola pra esses bobaião, tão querendo criar caso pra aparecer, quando alguém tem coragem pra criticar pedindo mudanças sempre aparece os bobaião. A rede globo soca guela abaixo da gente todo dia um monte de porcaria e a gente tem que ficar quieto, poruqe a RBS não se impõe e faz alguma coisa pra mudar a programação? falta coragem, coisa que você têm de sobra. Somos obrigados a ver programas como "Esquenta" todo domingo de tarde, um bando de matungo se chacoaiando durante uma hora, porque não fazem alguma coisa voltada pra família gaúcho poder se reunir e assistir? O jornal do almoço faz tempo que deixou de se preocupar com a nossa cultura, fazem umas matériazinhas por obrigação uma vez por ano na semana farroupilha, como se a gente fosse gaúcho uma vez por ano só. Por isso eu digo, não dê bola Mano Lima, isso é caso de quem quer aparecer e não tem coragem pra fazer alguma coisa pra mudar.

Do seu velho, atual e ainda mais fã seu, Cássio Borsatto
Guaporé-RS

marle disse...

Nossa...e eu q nem sabia de nada.
Lendo tudo isso, achei puxasaquismo, uma doença que ataca quando a pessoa se sente carente, inutil e com medo do desemprego. Abraços aos gladiadores .
Nota: ouvi falar que Mano fabricava gaita ponto é verdade?

Anónimo disse...

na verdade a cultura gaúcha, tanto defendida pelo Mano Lima e outros artistas "GAÚCHOS ", está sendo aos poucos deteriorada. pelos que se dizem artistas gaúchos, mas que usam calça jeans nos shows e e se acham artistas, "afrescaliados" e com a colaboração de outras "pessoas", saudade do Nico Fagundes, Leonardo etc parabéns Mano Lima.

Anónimo disse...

O Grozotti, fez uma reportagem aqui em Santa Maria para o Fantástico com denúncias que depois a justiça desconsiderou. A casa noturna quebrou e a culpa é desse bobaião que desempregou mais de 30 pessoas.

Anónimo disse...

QUERO DIZER QUE CONCORDO EM PARTE C/ O GIOVANE,POIS UM ARTISTA TEM QUE TER MUITO CUIDADO NO Q FALA.
PELO Q EU JÁ VI DOS DEPOIMENTOS EM VIDEOS E SHOW DO MANO LIMA ELE É UM HOMEM C/ PERSONALIDADE FORTE E C/ IDEALISMO, E EU PARTICULARMENTE TENHO MUITO MEDO DOS ISMOS COMO COMUNISMO,CAPITALISMO,FEMINISMO,TRADICIONALISMO ETC... E OLHA Q VIVO DE BOMBACHA MAS GOSTO NO SENTIDO DE HÁBITOS E COSTUMES E NAO COMO ideaLISMO.
SOU CRISTAO E VEJAM O TAL DO "CRISTIANISMO" Q FOI INVENTADO POR HOMENS JESUS NAO VEIO TRAZER ISSO MAS O EVANGELHO PURO E SIMPLES MAS O TRADICIONALISMO RELIGIOSO QUE A BIBLIA CHAMA DE ESTERCO DO MUNDO FAZ C/ QUE AS PESSOAS NAO TENHAM A VERDADEIRA LIBERTAÇAO DA (MENTE,PINEUMA,ALMA).
QUERO DIZER Q A CULTURA DE MODO GERAL NO NOSSO PAIS É TRATADO COMO PALHAÇADA NAO SEI SE SABEM MAS A GLOBO QUERIA CONTRATAR O GRANDE HUMORISTA GURI DE URUGUAIANA P/ FAZER UM PAPEL ADIVINHEM DE GAÚCHO GAY É O FIM.
SOBRE A RBS TV NAO TENHO MUITO Q FALAR É UMA EMISSORA Q FAZ BASTANTE PELA CULTURA GAUCHA MAS COMO "A FILHA DA-DA GLOBO" NAO TEM MUITO ESPAÇO.
MAS SEGUE TEU TRABALHO IRMAO GIOVANE Q DEUS TE RECOMPENSARA E DEIXA QUE EU FALA C/ MANO VEIO HEHE VOU DAR UNS CONSELHOS A ELE ABRAÇO A TODOS UPAPAPA INDIADA BUENA.

Anónimo disse...

Viu irmao giovani o que os tais ismos faz tradicionalismo,idealismo é só ver a maioria dos comentários por uma causa vale tudo foi assim o nazismo "nosso' ideal esta acabando com NOSSO rio grande temos q cultivar os hábitos saudaveis do meio q vivemos e o q nao presta fica para trás.

Unknown disse...

Esse blog ta mais esquido que conta de noves fora... Ja se passaram dois anos desse episodio e ainda nao foi substituido por outra entrevista. Existe alguem na manutençao deste BLOG?

Anónimo disse...

globo tremenda MERDA de programacao , todos nós gaúchos deveriamos DELETAR o canal da globo de nossas TVs .

Unknown disse...

Ta mais que certo o Mano Lima em criticar é só olhar o galpão crioulo hoje em dia, onde está o tradicionalismo naquele programa ? Lá de vez em nunca mostram algo descente, praticamente sempre aqueles artistas que vão embalados a vácuo envergonhar o tradicionalismo na televisão, saudades do tempo de Gildo de Freitas, Teixeirinha, Formiguinha, Francisco Vargas, entre outro.

Enviar um comentário